Lançamento do jogo da 2ª mão da Taça de Portugal fez-se em Boticas
BOTICAS, 2017-04-03 20:34:04


Vídeo

 

No âmbito do protocolo que a autarquia e o Grupo Desportivo de Chaves assinaram para a divulgação do Município de Boticas no jogo a contar para a segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, entre o GD Chaves e V. Guimarães, realizou-se hoje, no Salão Nobre da Câmara Municipal, a Conferência de Imprensa de “lançamento” do desafio que dará a conhecer a primeira equipa que assegurará um lugar na final do Jamor.

Presentes na Conferência de Imprensa estiveram o treinador Ricardo Soares, o capitão de equipa, Nélson Lenho, e o centrocampista Bressan. Apesar de entrarem para o jogo da segunda mão com uma desvantagem de 2-0, os flavienses acreditam que será possível “dar a volta” à eliminatória e, com a ajuda do público transmontano, carimbar o passaporte para a tão desejada final da Taça de Portugal.

“Sabemos que não será fácil, mas temos a nossa estratégia perfeitamente definida e com a ajuda do nosso público será possível conseguir a ‘remontada’ a que todos aspiramos”, referiu o mister dos valentes transmontanos. “Estamos a meio da eliminatória. Estamos no intervalo. Sabemos que vamos entrar para a segunda parte com a desvantagem de dois golos, mas queremos demonstrar ao Vitória de Guimarães que a nossa equipa tem muito valor e acreditamos que vamos dar a volta a eliminatória”, sublinhou Nélson Lenho. “As bolas paradas? Podem ser importantes. Temos treinado muito este capítulo e já conseguimos alguns resultados. O importante é que consigamos ser superiores em todos os capítulos e, com o apoio de toda esta região maravilhosa, garantirmos a vitória”, referiu, por sua vez, Bressan.

A Conferência de Imprensa foi aproveitada também para dar a conhecer as camisolas com que o Grupo Desportivo de Chaves entrará em campo neste desafio, onde é bem visível a promoção a “Boticas – A Sedução da Montanha”. “É fundamental que, como região, estejamos todos unidos. E o Grupo Desportivo de Chaves representa toda a região transmontana”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Queiroga. “O Guerreiro Calaico é o símbolo de Boticas. Sabemos que os jogadores do Desportivo de Chaves também serão Guerreiros e tudo farão para dar uma alegria à nossa região, assegurando uma presença na final da Taça de Portugal”, concluiu o Presidente da Câmara.

Presentes nesta conferência de imprensa estiveram em representação da SAD Óscar Santos e Sérgio Mota. No final houve ainda tempo para os atletas tirarem fotos e distribuírem autógrafos pelas crianças.

Tags

Defesa da Floresta   BVB     Heróis da Fruta   lcVpFB8dkA8   Presidente   Boticas Parque   Festa Castreja   DHI   BTT   Kung Fu   Natal do Idoso   Teatro   Rali   Fernando Queiroga   Feira Gastronómica do Porco   FAO   Assembleia Municipal   Dia do Idoso   TT  

Últimas

Alunos da Escolas Gomes Monteiro finalistas do Concurso Nacional de Leitura

Alunos da Escolas Gomes Monteiro finalistas do Concurso Nacional de Leitura

Convívio do “Dia do Homem” 2018

Convívio do “Dia do Homem” 2018

Jovem botiquense em 8º lugar em prova do Campeonato de Espanha de Trial

Jovem botiquense em 8º lugar em prova do Campeonato de Espanha de Trial

Peça “O Chá de São Cornélio” encenada na II Mostra de Teatro de Boticas

Peça “O Chá de São Cornélio” encenada na II Mostra de Teatro de Boticas

Primeiro Ministro visitou trabalhos de limpeza da floresta no Concelho de Boticas

Primeiro Ministro visitou trabalhos de limpeza da floresta no Concelho de Boticas

Crianças foram Detetives do Ambiente por um dia

Crianças foram Detetives do Ambiente por um dia

Inauguração da exposição “Pinturas Soltas”

Inauguração da exposição “Pinturas Soltas”

Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios analisou a alteração da faixa de proteção

Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios analisou a alteração da faixa de proteção

Testes de Ralis no Concelho de Boticas

Testes de Ralis no Concelho de Boticas

II Mostra de Teatro de Boticas arrancou com a peça “A Herança”

II Mostra de Teatro de Boticas arrancou com a peça “A Herança”