Canais: | CMB Mobile | SMS | Newsletter | Vídeos | Youtube | Twitter | Facebook | Feeds RSS |  
Meo Kanal
  • Menu Principal
Divulgação
Consulta Pública
Gabinete de Promoção ao Investimento
Portugal 2020 - Investimentos
Roteiro das Minas
Boticas Parque
Geo Boticas
Planos Municipais de Ordenamento do Território em Vigor
Área de Reabilitação Urbana (ARU)
Plano de Urbanização de Boticas (Revisão 2013)
Equipamentos
Parque de Campismo
Piscinas Municipais
Canil
CEDIEC - Centro Europeu de Documentação e Interpretação da Escultura Castreja
Centro de Artes Nadir Afonso
Parque Arqueológico do Vale do Terva | Bobadela
CCDR
Pocto de Autarcas
Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE)
Comunicação de Leituras de Água
Adesão à Fatura Electrónica de Água
Contratos Públicos Online
Notícias
Exposição “Interpretação, Representação e Intervenção na Paisagem do PAVT”
BOTICAS, 2018-01-10 15:19:04


   

Foi inaugurada na passada sexta-feira, dia 5 de janeiro, no Átrio dos Paços do Concelho, a exposição intitulada “Interpretação, Representação e Intervenção na Paisagem do PAVT”.

A mostra, que reúne um conjunto de trabalhos desenvolvidos por alunos do 4º ano do Mestrado Integrado em Arquitetura, da Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, contou com a presença da Vereadora da Câmara Municipal, Maria do Céu Fernandes, da coordenadora do projeto, Rute Carlos e do diretor do Mestrado Integrado em Arquitetura da Universidade do Minho, João Cabeleira.

“Desde 2009 que o Município de Boticas e a Universidade do Minho trabalham em parceria, nomeadamente, com a Unidade de Arqueologia e mais recentemente com a Escola de Arquitetura. Desse protocolo têm resultado trabalhos excecionais e que em muito valorizam o património quer natural, quer paisagístico existente no Parque Arqueológico do Vale Superior do Rio Terva”, afirmou Maria do Céu Fernandes.

“Todas as ações de estudo, promoção e divulgação do património existentes no PAVT são fundamentais para o desenvolvimento e valorização da riqueza do concelho”, acrescentou a vereadora.

Por sua vez, Rute Carlos, destacou “a forma como os alunos do 4º ano do Mestrado Integrado em Arquitetura se dedicaram a este estudo, nomeadamente, a investigar, fazer uma reflexão e transformação da paisagem do PAVT. Com base nessa mesma investigação foram apresentadas propostas de intervenção para o Parque Arqueológico”.

“O PAVT tem uma enorme riqueza não só ecológica como também paisagística, e através destes trabalhos pretendemos lançar bases para dar a conhecer e divulgar grande parte deste património e, simultaneamente, incentivar à preservação da cultura deste território”, afirmou a Rute Carlos.

As propostas apresentadas pelos alunos abordam as temáticas da Diversidade Transigente, no Rio Terva, Tornar Visível o Canal de Água de Bobadela, Valorização da Ribeira do Brejo e a Paisagem Agrícola de Ardãos.

Esta exposição realizou-se no âmbito do protocolo de colaboração existente entre Universidade do Minho e a Câmara Municipal de Boticas, com a colaboração da Unidade de Arqueologia daquela instituição.



Atenção
Este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

| Primeiro Acesso | Ficha Técnica | Mapa do Site | Política de Privacidade e Segurança | Contactos | Links | Telefones Úteis | RSS Símbolo de Acessibilidade na Web Acessos W3C Markup Validation Service
W3C CSS Validator
Optimizado para: | N 9 | FF 4 | IE 9 | OP 9 | Safari 4 | Chrome 1 | Resolução: 1280 X 768 px | Copyright © CM-Boticas - 2011